Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 3 de maio de 2011

A ARTE DE ROMANCEAR - por Janett Morais

                     Coluna nº 1

 " Se deixe conquistar pelo prazer da leitura, sempre...”                                                                                          
Romances sempre foram o meu tipo de leitura predileta. Na adolescência, lia todos os livros da autora Barbara Cartland que faleceu recentemente. Ela tinha um estilo muito romântico, e para aquela minha fase foi muito interessante. Mas também não dispensava os policiais, mistérios... E me apaixonei pelos romances de cavalaria. Mas quem gosta de ler romances, só quer que o mesmo seja um bom livro, não importa o estilo.
Gosto muito dos romances que abordam os fatos da vida real, e este é o estilo que gosto de escrever. Por isto escolhi para esta minha coluna inicial,comentar sobre o livro ' Para Sempre Alice” da autora americana Lisa Genova

Este é o seu primeiro livro publicado, mas ela o escreveu brilhantemente, abordando como tema, um dos grandes temores da humanidade, “Mal de Alzheimer", uma doença degenerativa incurável.

Existem autores que escrevem de uma forma que você entra na mente do personagem e vive todo desenrolar dos fatos, você sofre junto com o personagem. Para Sempre Alice, é um romance que vai lhe fazer refletir, que a vida pode ser muito boa até um dia, que você não sabe quando será.

'' Alice sempre foi uma mulher de certezas. Professora e pesquisadora bem sucedida, ela sempre participou com distinção de debates e conferências. Não havia referência bibliográfica que não guardasse de cor. Alice sempre acreditou na formação acadêmica como o melhor caminho para o sucesso profissional, e tentou convencer sua filha caçula, Lydia, a seguir o exemplo de seus irmãos e abandonar o sonho de ser atriz. Alice sempre foi, antes de tudo uma mulher racional. Sempre gostou de planejar a vida nos seus mínimos detalhes. Sempre acreditou que poderia estar no controle.
Mas nada é para sempre.”
Trecho da entre capa do livro

Gente, vale muito à pena conferir e ler, pois é uma estória de ficção falando de uma verdade, pois foi escrito quando a avó da autora deu os primeiros sinais da doença, e ela buscou muitas pesquisas sobre o assunto.

Para você que está iniciando seus passos assim como eu, na busca da realização da publicação do seu livro, quero lhe dizer que esta autora que hoje é Best-sellers do New York Times, fez a sua primeira publicação por conta própria, só ai que ela foi notada por um agente o qual comprou sua estória e vendeu para uma editora americana, na mesma semana do lançamento o livro entrou para a lista de best-sellers.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja a vontade. Sinceridade é a sua forma de demonstrar conhecimento e respeito por si e pelo outro.