Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 26 de abril de 2011

GARAPUÁ




A minha alma poeta

vai tentar descrever,

a beleza de um lugar

que não dá para esquecer.

A imensidão do oceano

com suas cores verde degradê.

Garapuá, Garapuá.

Me apaixonei por você.


De formato ornamental

é a sua vasta vegetação

levando-me a viajar

na fantasia da imaginação.


Assistir ao pôr do sol

derramar fogo sobre o mar,

momento mais que perfeito

de uma alma se inspirar.


É um instante mágico,

quase de transe profundo.

Deixo de ser mero mortal

sinto-me dona do mundo.


A fusão que acontece

para outros não se explica,

é um fenômeno fantástico

que a alma poeta intensifica.


Pássaros exóticos gorjeiam

fazendo belos vôos rasantes,

sumindo, surgindo entre as ondas,

em um espetáculo vibrante.


Um canto alegre e feliz

ressoa naquele instante,

vem de alguns nativos

comemorando pelo dia

de uma boa pescaria.


Na barraca da Iracema,

de Léo, "linda cabocla"

prepara iguarias de camarões

deixando- me com "água na boca".


Sei que um dia irei voltar

para novamente admirar

toda a beleza que existe

em você Garapuá.


Quero encontrar de novo

todo aquele povo alegre e feliz

que fizeram parte dos momentos

daquele passeio que fiz.



                                                Janett Morais

terça-feira, 19 de abril de 2011

"ROSA IMORTAL"


Há alguns dias plantei no jardim da eternidade,
Uma rosa sem espinho. Foi uma semente de alegria,
Que encheu o meu ser de felicidade.
Nasceu com tamanho vigor.
Seus botões eram fortes ao desabrochar
Em pétalas brilhantes, para irradiar os meus dias.
O sol lhe cobria de energia, para aumentar seu brilho,
Invadia os corações com sua rara beleza.
Distinta era o seu encanto!
Quem viu e conheceu, descobriu que nada se teme
Quando nasce para servir a Deus.
No jardim se destacava, por resistir às tempestades,
Por está sempre firme a transmitir uma grande paz,
E quando as outras queriam desistir,
Ela exalava seu perfume passando esperança.
Todavia a sua força transbordava de amor,
Iluminava o caminho de quem por ela passava.
Veio para cumprir uma missão e a cumpriu brilhantemente.
Esta rosa fortaleceu todo seu jardim,
Conquistou seu lindo espaço,
Deixou sua história escrita nas estrelas.
Os anjos lavaram a terra com lágrimas,
Para recebê-la como semente,
Deixando uma inesquecível lição de vida,
De força, Fé, esperança e sabedoria.
Todo o jardim murchou, ao vê-la partir.
As estrelas se reuniram para encontrá-la,
No esplendor da lua cheia, foi visto
Que no livro da vida, foi escrita sua história,
Com letras de cristal, selado com o brilho divino.
Pela sua elevação, acredita-se que;
Hoje, exala seu perfume e seu encanto no paraíso,
E lá renascerá, com brilho mais intenso,
Para realizar o encontro da criatura e o criador.





                                    Poema da autora Pernambucana:

                                                           Dilma de Caboclo, 

                                                                 Ouricuri:PE: 21-02-2011

SOS PARA O POVO


SOS PARA O POVO


Tempos difíceis estamos vivendo,
Por falta de segurança
O povo vai morrendo.

A sociedade chora, quase sem esperanças,
Vendo a insanidade da violência
Atingir até as nossas crianças.

Onde está a causa ,de tantos efeitos brutais?
Sem ter solução que abrande
A fúria dos anormais...

Acreditamos que, só quem pode fazer
Alguma coisa sobre essa maldade,
É a força do poder, com a ajuda da sociedade.

Este poder foi conferido,
Aos nossos governantes, pelo povo sofrido
E, sempre confiantes

Mostrem eleitos, para que chegaram...
Façam jus a fé daqueles
Que em vocês votaram!

Quando se quer, encontra-se solução
Vejamos como exemplo, a operação
Limpeza, do “complexo do alemão”

Palavras bonitas e homenagens
Não devolve a vida de ninguém
O que o povo quer de verdade,
É a liberdade do vai e vem.

Em qualquer direção,
Sem temer as balas perdidas
Enviadas por alguem,
Que quando por prazer não mata
Faz do cidadão refém...

Não, para a produção de armamentos
Sim, ao desarmamento geral
Armas devem ser trancadas a sete chaves,
Só para uso do policial


Com preparo psicológico
Para não se render ao mal,
Ser o protetor do povo
E não o seu algoz infernal

               Janett Morais












segunda-feira, 18 de abril de 2011

UM BRINDE


     
Por longos anos passei este dia,
comemorando uma fantasia
tão real que até parecia,
fazer parte de mim, ou de nós...

Desta fantasia ficaram as marcas
de lembranças electrizantes,
que deveriam ter morrido
junto com todos aqueles instantes.

De verdades mentirosas,
liberdades prisioneiras.
Das histórias inacabadas
por incertezas rotineiras.

Pego uma taça de vinho
para poder brindar,
com a imagem que está
no espelho a me olhar.

Tim... Tim... digo pra ela
e, ela responde pra mim
vamos recomeçar
deste principio do fim

De certa forma estarei
sempre a fantasiar 
que esta data um dia
me levou a sonhar...






quarta-feira, 13 de abril de 2011

Poema "Sonho" de "Clarice Lispector"

Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas
                             
                                                    " Clarice Lispector"

terça-feira, 12 de abril de 2011

Não vá se esforçar para ser o que não é...
Seja você, homem ou mulher.
Ame muito, até a onde der
Acabou! Esqueça...
Não sofra, não morra.
A vida continua para você e para o outro
Caminhe de cabeça erguida
não alimente a ferida
que o fim do amor lhe causou.

Pensamento

" Eu sou como a chuva que cai em gotas e se funde ao todo"

Pensamento

" Lute para ter, mas nunca se esqueça que o mais importante é ser você"

domingo, 10 de abril de 2011

Desabafo – por Janett Morais



Uma infeliz lembrança
me entristeceu,
vem de um tempo longínquo,
quando ainda não era eu.

Feridas abertas,
coração machucado,
por um ato sórdido
fedendo a pecado.

Lagrima que rolam
por algo que ainda dói...
lembranças ruins
que a alma corrói.

Quero respirar
Poder gritar
segredos trancados
e me libertar.

Esquecer as lembranças
poder acreditar
que elas não ferem
a quem vive para amar.

vou agarrar a oportunidade
de poder pensar,
sobre os erros passados 
e não mais errar.









sábado, 9 de abril de 2011

Meu neto

Verso

Hoje amanheceu um dia chuvoso,
onde pela minha física visão
se enxerga um céu triste e, chorão.
Neste momento me aqueço
com o sol do meu coração

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Recado

Vocês que recebem e-mail sobre algumas postagens, da uma passadinha no blog, Tem novidades.
Bjos e obrigado pelos comentários.

Retorno

Estava sem inspiração
sofrendo com o vazio
sem detectar a razão
da falta de motivação

Com garra gritei
"volta minha vontade
arranca das entranhas
esta ânsia que arde"
devolve a minha liberdade.

ela me ouviu
vozes do meu pensamento
com um longo suspiro sai
daquele vazio de tormento.




quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pensamento

Se acordo triste, olho para o céu buscando a grandeza da natureza e, me deixo contagiar.

Pensamento

Busque razão para dar alegria ao seu coração.
a tristeza lhe deixa oprimido sem vontade de bater
e por falta do toque, toque alegre deste órgão sensível
você deixará de viver.