Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PRESTIGIE E DIVULGUE ESTE PROJETO!


Penso, sinceramente, que isto pode lhe interessar. O câncer, a partir de 2010, será a doença que mais vai causar óbitos em todo o planeta e muitas razões serão os motivos, principalmente o nosso meio-ambiente, a alimentação e outros fatores nocivos.
   Sou um sobrevivente desta doença e, como escritor, coloquei no papel entre outras ricas informações, o meu e outros depoimentos, provando que com fé, perseverança, garra, luta e mil motivos podem mudar os rumos da doença.
   Podemos com certeza, ajudar muitas pessoas.
   É um livro para quem teve câncer, os que têm e os que terão a doença, pelo seu sentido epidemiológico, embora não seja contagiante. Vai ajudar muitas pessoas e o objetivo do projeto está se cumprindo.
   Desmistificar o câncer é hoje uma necessidade, tal o desconhecimento que a maioria dos brasileiros tem sobre esse mal e saber é preciso, assim como as prevenções.
   Então, coloco à disposição de todos o livro (200 páginas) e que poderá ser um belo presente, em uma interação autor/leitor, o que faz com que seu preço acessível a todos, sem a intermediação de livrarias e distribuidores: Apenas 25,00 já inclusa a despesa postal.
   Se você se interessar, será uma honra para mim. Faça-o através do e-mail RUIFORT2004@HOTMAIL.COM, pelo Facebook, no Orkut, através da comunidade  “Os Sobreviventes do Câncer”, ou pelos telefones (41) 3085-2390 e pelo celular (41) 8436-4827.
   Fique com Deus!

'' Texto do escritor Milton Rui Fortunato"
"Saber viver é compreender o outro na sua maneira de ser"
"Alma inquieta, sonhadora constante, uma lagrima contida de uma saudade distante."

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

"As mais lindas palavras de amor são no silêncio de um olhar"
                                                           "Leonardo Da Vince"
" O Homem arruinará mais as coisas com as palavras do que com o silencio "
                                                                       "Mahatma Gandi"

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Trecho do livro de "Contos & Causos"

― Pois então, seu Regisnaldo, como eu tava dizendo; nunca mais vi seu Zé Maria por estas bandas! O senhor tem noticias dele?


Regisnaldo fez um ar de assombro e respondeu ― Então tu ainda não sabe homem?

― Claro que não sei, seu Regisnaldo! Cá por estas bandas, agente só sabe de algo, depois que não tem mais graça, depois que os causos já caducou.

― Mas o senhor falando assim, em me lembro bem daquele causo que o próprio zé Maria contou certa vez.

 Regisnaldo falou com um ar saudoso.

O homem deu uma gostosa gargalhada e perguntou, - e de que causo o senhor ta falando? Fala ai seu Regisnaldo, Deixa ver se é do mesmo causo de que eu também alembrei...

Regisnaldo começou a rir e parecia que não queria mais parar, e junto com ele o homem também ria... e ria... e ria...

De repente o Regisnaldo parou de rir e falou:
― Homem, deixa eu ir me ajeitar no hotel, volto daqui a pouco pra gente dar continuidade a esta nossa prosa.


Antes que o homem manifestasse alguma reação.

Regisnaldo atravessou a rua e deixou o homem preocupado e curioso.

― Mas seu Regisnaldo! - O homem gritou.

― Perai Homem, Já volto ― Regisnaldo respondeu já do outro lado da rua.
 
O homem coçou o bigode e pensou:
― Mas afinal, ele terminou não me dando noticias do Seu Zé Maria ―  falou alto ― Vou esperar esse danado voltar.
" Mentiras sinceras, me interessam "
                
          "Música abandonado de Cazuza"
" Não se preocupe em entender, viver ultrapassa todo o entendimento"

                                 " Clarice Lispecto "